Sabia que o seu fígado é tão importante quanto o seu coração?

Durante as festas, o sistema digestivo esteve sobrecarregado com refeições pesadas e a alimentação saudável vai ser uma espécie de férias para o seu corpo, onde se permitirá recuperar dos excessos cometidos  recentemente, que obrigaram o nosso fígado a trabalhar a dobrar, já que tudo o que ingerimos tem de passar por este órgão essencial ao nosso sistema digestivo.

O fígado é a maior glândula do corpo e um órgão vital para o organismo humano, o que quer dizer que, sem ele, a pessoa não consegue sobreviver. O fígado é o órgão com maior capacidade de regeneração de todo o organismo humano, sendo capaz de regenerar até 75% de seus tecidos danificados e tem uma panóplia de funções importantes, de entre as quais:

  • Desintoxicar o sangue para se livrar de substâncias nocivas (como drogas, álcool e outras toxinas);
  • Armazenar e fornecer ferro e vitaminas (A, B12, D, E e K) ao corpo;
  • Armazenar glicose e converter esse açúcar armazenado em açúcar funcional quando os níveis de glicose estão abaixo do normal;
  • Produzir a bílis (substância necessária para a digestão das gorduras);
  • Controlar a produção e excreção do colesterol;
  • Regular o armazenamento de gordura;
  • Converter a amónia em ureia;
  • Produzir, armazenar e converter algumas hormonas essenciais ao bom funcionamento de todo o organismo.

 

Quando o fígado não está a funcionar corretamente, estas funções são afetadas e o acumular de gordura e aumento do peso é só uma das inúmeras consequências. Entre os fatores que podem afetar o funcionamento do fígado, encontra-se a ingestão excessiva de calorias, principalmente na forma de hidratos de carbono simples (onde se inclui o açúcar) e o consumo de bebidas alcoólicas.

 

Como podemos desintoxicar o fígado?

Uma dieta para desintoxicar o fígado deve focar-se na ingestão de:

  • Frutas e vegetais. Em particular, é necessário começar por comer muitos vegetais verdes – tanto folhas verdes como alface, quanto os  brócolos e a couve-flor. Dentro das frutas, as mais importantes para a desintoxicação do fígado são as maçãs, as cerejas, os morangos, as uvas e as nêsperas.
  • Algas marinhas também devem ser incluídas na dieta por serem aliados de primeira linha, já que tendem a captar as toxinas orgânicas, favorecendo a sua eliminação do nosso corpo. Para além disso, as algas tornam mais alcalino o PH do sangue, já que nas depurações há uma tendência a se tornar mais ácido. A Kombu e a Espirulina são as duas algas mais eficazes nesse processo.

 

A fitoterapia também auxilia a limpeza. O Cardo Mariano, a Colina, o Brassicare, as folhas de Alcachofra, o Dente de Leão, o Boldo, a Menta e a Sálvia são exemplos de plantas que favorecem o bom funcionamento do fígado e que são muito úteis para a sua depuração.

Dietas para desintoxicar o fígado duram apenas alguns dias. Mas para garantir que o fígado continue saudável, a longo prazo, precisamos de adotar uma dieta saudável diária, lembrando que o nosso fígado é como uma indústria que precisa trabalhar, e para isso não devemos prejudicar as suas atividades, com maus hábitos.